Eleitos da CDU – Odivelas, visitam instalações da USF Novo Mirante e a UCSP da Pontinha e Urmeira

A CDU – Odivelas, enviou à nossa redação uma nota de imprensa onde considera inadmissível a discriminação das UCSP face às USF, assente numa dualidade de critérios na afetação de recursos e consequentemente nas condições de trabalho para os profissionais e no atendimento aos utentes, considerando ainda que não pode haver utentes de primeira e utentes de segunda.

Nota de Imprensa da CDU

Equipamentos Saúde da Pontinha
Eleitos da CDU nos vários órgãos autárquicos (Câmara e Assembleia Municipal de Odivelas e Assembleia de Freguesia Pontinha / Famões)
visitaram recentemente as instalações dos dois equipamentos de saúde que servem a população da Pontinha – a USF Novo Mirante e a UCSP da Pontinha e Urmeira. Nestas visitas identificaram problemas e constrangimentos no seu funcionamento que têm reflexos na resposta
aos utentes, os quais foram colocados pelos vereadores da CDU na reunião de Câmara realizada no passado dia 12 de Dezembro.
A USF (Unidade de Saúde Familiar) Novo Mirante, que funciona no Centro de Saúde de Carnide e se destina à população da Pontinha, tem cerca de 17 000 utentes e uma equipa constituída por 10 médicos, 10 enfermeiros e 6 trabalhadores administrativos/as (secretários/as clínicos/as).
Dos problemas identificados destaca-se a organização da sala de espera (a qual tem um corredor de acesso à USF de Carnide), trata-se de um espaço pequeno muito próximo do balcão de atendimento. A esta situação, junta-se um sistema de chamadas que não é audível o que é gerador de tensão para os utentes e para os trabalhadores. O sistema informático não tem capacidade para todos os utilizadores o usarem em simultâneo. A escassez/ausência de espaço para estacionamento e a insegurança de circulação devido à ausência de sinalização
foram também situações assinaladas.
O Centro de Saúde de Carnide, construído em 2009, foi projetado para a população daquela Freguesia, situação que viria a ser alterada com o
encerramento do Centro de Saúde da Pontinha e a transferência dos seus utentes para Carnide.
A CDU considera que tem que ser equacionado um novo centro de saúde para a vila da Pontinha, com melhores acessos e melhor serviço à população.
A UCSP (Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados) da Urmeira funciona num espaço exíguo, com falta de condições e escassez de recursos humanos para atender os mais de 12.500 utentes inscritos. É neste espaço que funcionam 2 UCSP: a da Urmeira, que abrange a população do Bairro, e a da Pontinha, que abrange os utentes que não tiveram vaga na USF Novo Mirante.

Conta apenas com 2 médicos, um dos quais de recurso, 3 enfermeiras e 1 administrativo, o que é manifestamente insuficiente para a prestação de cuidados de saúde à população.
Uma zona do concelho marcada por muitos problemas sociais exigiria uma atenção especial por parte das políticas públicas. Mas a realidade é exatamente o oposto!
A CDU considera inadmissível a discriminação das UCSP face às USF, assente numa dualidade de critérios na afetação de recursos e consequentemente nas condições de trabalho para os profissionais e no atendimento aos utentes.
Não pode haver utentes de primeira e utentes de segunda.

Odivelas, 14 de Dezembro de 2018

O Gabinete de Imprensa da CDU

Nota de imprensa em formato original PDF


Os conteúdos publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus Autores. As opiniões expressas em cada artigo vinculam apenas os respectivos autores e não traduzem necessariamente a opinião dos demais autores da “NoticiasLX” nem do Diretor ou do seu proprietário. A citação, transcrição ou reprodução dos conteúdos da “NoticiasLX” estão sujeitas ao Código de Direito de Autor e Direitos Conexos. É proibida a reprodução ou compilação de conteúdos para qualquer fim, sem a expressa e prévia autorização da “NoticiasLX” e dos respectivos Autores.