Loures – A Ética e o genro do Secretário Geral do PCP

Loures, Crónica de Nuno Botelho, gravada em 23 de Janeiro de 2019 com o tema central dos contratos do genro do Secretário Geral do PCP, Jerónimo de Sousa no Município de Loures em que é Presidente de Câmara Bernardino Soares do PCP.

Citando Nuno Botelho ao longo da Crónica: “Não pode passar a ideia que existe um favorecimento, neste caso ao genro do Secretário Geral do PCP”. “Um processo que politicamente não é transparente com certeza“. “Toda a gente percebe que há aqui de facto algum tipo de influência familiar”.

O PCP cometeu uma grande ‘gafe’ ao fazer esta contratação e mais, os valores são completamente exorbitantes e deveriam de haver relatórios detalhados de todo o seu trabalho“. “Estamos a falar de 16 salários mínimos mensais“.

Questões que têm de ser analisadas: O Valor, o Trabalho que foi feito, a Comprovação desse trabalho e a possível influência familiar ou não, que existiu ou não, neste contrato“. “A reação do PCP é completamente fora do normal. Como é que se acusam os jornalistas, investigadores, de terem feito um trabalho anti-comunista… e então quando a investigação é feita sobre outros partidos?

A forma como Jerónimo de Sousa respondeu ao jornalista mostra uma insegurança tremenda. Mostra que não soube perceber qual é o problema deste contrato ou melhor, que sabe perfeitamente qual é o problema mas quis passar isto para outra discussão mas, nem os próprios militantes do PCP estão satisfeitos com esta situação“.

O Sr. Presidente da Câmara (Bernardino Soares), nas respostas que dá ao jornalista é de uma insensatez e de uma falta de bom senso tremenda“. “Estamos numa Situação muito complicada de falta de transparência e ética que não sei como o PCP se vai desenvencilhar desta situação e o Presidente da Câmara (Bernardino Soares) por consequência“. “Isto demonstra que o PCP está completamente perdido no Município de Loures“. “Isto são ajustes diretos e por valores exorbitantes“. “Uma gestão do PCP ‘eu quero, posso e mando’ “.

O negócio à pressa, um bocado às escondidas no Freixial, Bucelas, para que a Associação ‘Chão dos Bichos’ fosse para lá, quando toda a gente percebe que o investimento que o Município tem de fazer para aquele espaço ficar com condições dignas, teria de ser de centenas de milhar de euros, e tentou fazer isto sem que ninguém soubesse – nem a população, não era só a a oposição. Não se percebe a atitude do Partido Comunista“.

Esta reportagem da TVI, faz-nos ver que a própria estrutura municipal levantou esta questão… não acredito que tenha sido a TVI que se lembrou de ir ver os processos em Loures“. “Isto prova que os funcionários municipais teriam consciência que havia aqui alguma promiscuidade que tinha de ser levantada… e, segundo se diz, mais por aí haverá“. “Não me admira que nas próximas semanas, meses, apareçam outros casos“. “Parece-me, pelo ‘modus operandi’ do PCP no passado noutras situações muito parecidas, que o Presidente, Bernardino Soares, não vai ser Presidente da Câmara, muito tempo em Loures“. ” A questão aqui, é que para afastar o Bernardino Soares, tem de afastar o Jerónimo de Sousa – a questão aqui é muito mais grave porque é a primeira vez que se mete em causa, eticamente, o líder do partido (PCP)“. “Não me admirava se o Bernardino Soares não fosse um bode expiatório daqui a uns meses largos, do PCP, para livrar a face, politicamente, dos dirigentes políticos do PCP“.

Tenho uma boa impressão do caráter do Sr. Presidente da Câmara (Bernardino Soares) mas, nesta situação, é um erro crasso, tremendo, que o PCP e o Presidente da Câmara cometeram e a reação mostra uma forma de pensar e de agir porque diz assim – ‘Eticamente podemos acusar toda a gente mas nós somos intocáveis eticamente’ – e, não há ninguém inatacável eticamente, muito menos na política“.

O PCP não tem forma de omitir o que se passou, porque é muito claro“. “Houve aqui alguma falta de transparência, para não dizer outras coisas, que em breve poderemos saber mais se alguém investigar“.

“É caso para a demissão de Bernardino Soares? “Se aparecerem mais um, dois, três, quatro casos, desta dimensão ou doutra dimensão, não sei, não consigo dizer“…

A tomada de posição de outros partidos e a crítica ao PS de branquear o passado.

A falta de transparência nas nomeações e nos ajustes diretos“.
A reação do Sr. Presidente da Câmara (Bernardino Soares), é completamente inaceitável e, se calhar, devia era de assumir que errou… era mais fácil, com todas as consequências que advierem daí“.

Este não é o único problema do Município de Loures – O Município de Loures tem muitos problemas para resolver“.


Os conteúdos publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus Autores. As opiniões expressas em cada artigo vinculam apenas os respectivos autores e não traduzem necessariamente a opinião dos demais autores da “NoticiasLX” nem do Diretor ou do seu proprietário. A citação, transcrição ou reprodução dos conteúdos da “NoticiasLX” estão sujeitas ao Código de Direito de Autor e Direitos Conexos. É proibida a reprodução ou compilação de conteúdos para qualquer fim, sem a expressa e prévia autorização da “NoticiasLX” e dos respectivos Autores.