Câmara Não Tem Chaves do Mosteiro de Odivelas Mas, Pode Entrar? Pode! [3Fev atualizada]

Todos sabemos que em 14 de Janeiro foi assinado um auto de cedência do Mosteiro de Odivelas, pelo Exército, à Câmara Municipal de Odivelas e ficámos convencidos que, nessa cerimónia, tinham sido entregues as Chaves e tudo bem documentado com fotos oficiais para a posteridade… Afinal não é bem assim.

A partir da intervenção do Presidente do CDS Odivelas, João Pedro Galhofo, na última Assembleia Municipal de Odivelas de 31 de Janeiro p.p. ficámos a saber que afinal as chaves do Mosteiro ainda não estão na posse da Câmara de Odivelas e que, provavelmente, só estarão para a próxima semana e nem o dia foi avançado pelo Executivo.

Afirmou o Presidente do CDS, João Pedro Galhofo:
Aquilo a que assistimos no dia 14 de Janeiro foi um engodo e foi uma ilusão para tentar tapar o sol com a peneira e tentar acalmar a Oposição em Odivelas“.

A resposta da Presidente em Exercício (nem o Presidente Hugo Martins, nem o Vice Presidente nem o Presidente da Assembleia Municipal e Secretário de Estado, Miguel Cabrita, estiveram presentes, nem justificaram a ausência), foi a seguinte:

Nós não temos a chave na nossa posse o que não quer dizer que não possamos entrar e entramos“. “Os trabalhadores do Município entram sempre que podem“. E acrescentou a Presidente em Exercício:
O que acontece é que o Exército está a terminar algumas coisas, que tinha que terminar, antes de nos entregar a chave“…

A questão que fica é: Porque foi a pressa e a simulação da entrega das chaves com fotos para memória futura?

Para a história ficará que a tomada de posse efetiva do Mosteiro de Odivelas foi algures entre 4 e 8 de Fevereiro de 2019. Portanto as tais obras de “penso rápido” ao Mosteiro de Odivelas, prometidas pelo Presidente Hugo Martins, arrancam em Fevereiro. Veremos se os “pensos” chegam para as “feridas”. Prometida também, mais uma vez, a discussão pública sobre os serviços a instalar no Mosteiro.

[Atualização 3 Fev] Acabamos de assistir, hoje 3 de Fevereiro, na RTP1, a um programa de culinária gravado dentro do Mosteiro de Odivelas. Assim sendo, fica provado que a Câmara Municipal de Odivelas tem acesso pleno ao Mosteiro e de tal forma que até grava programas de TV lá dentro. Afinal a resposta da presidente em exercício na sessão da Assembleia Municipal de 31 de Janeiro, dizendo que não tinham ainda a chave, foi apenas uma forma de negar o acesso ao interior do Mosteiro à Oposição.

[N.R.] As chaves vieram a ser entregues, pelo Exército à CMO, no dia 14 de Fevereiro de 2019


Os conteúdos publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus Autores. As opiniões expressas em cada artigo vinculam apenas os respectivos autores e não traduzem necessariamente a opinião dos demais autores da “NoticiasLX” nem do Diretor ou do seu proprietário. A citação, transcrição ou reprodução dos conteúdos da “NoticiasLX” estão sujeitas ao Código de Direito de Autor e Direitos Conexos. É proibida a reprodução ou compilação de conteúdos para qualquer fim, sem a expressa e prévia autorização da “NoticiasLX” e dos respectivos Autores.