André Ventura é cabeça de lista da “Coligação Chega” apoiada pelo PPM, pelo PPV/CDC e o Movimento Chega

Lealdade e Compromisso!

Quando em 2017 aceitei integrar as listas da coligação “Primeiro Loures” pelo PPM , com o CDS e PSD, aceitei pouco crente na minha eleição!

Durante a campanha, e quando uns perderam a coragem, o PPM ganhou outra importância na coligação, acredito que por reconhecimento também do líder do PSD na época em Loures, Ricardo Andrade, e do cabeça de lista da coligação André Ventura!

O painel político nacional mudou, e em Loures mudou muito mais, o PSD mudou, e o PPM depois de eleito, com o resultado do Dr André Ventura continuou a fazer o seu caminho !

Durante o 2018 assistimos a muita inverdade, muito jogo de corredor, e muita falta de frontalidade e coragem política de alguns.

Em 2018 assistimos a um jogo no PSD nacional que ditou a saída do Dr André Ventura do partido com quem fomos a eleições, Loures assistiu e nada fez…

Como deputado municipal eleito em Loures, e nem sempre concordando com o André, temos este defeito de sermos livres e de debater ideias, sem palas nos olhos, decidi contactar o André Ventura no mesmo dia que saiu do PSD!

Na reunião que tivemos fiz-lhe a promessa que tudo faria para que o PPM o levasse às eleições europeias!

Falei com o Presidente do PPM , sim temos Presidente e não um Rei, o Eng Gonçalo da Câmara Pereira, por quem acima do partido tenho amizade, reconhecimento e respeito, propus , sei o que isto o fez pensar, sei o que isto o fez enfrentar , mas sabia desde o primeiro momento que se fosse “sim” era “SIM” , e assim foi …

COLIGAÇÃO CHEGA!
PPM / PCDC
CHEGA / D21
Europeias 2019
Cabeça de Lista – André Ventura

Mesmo com a dúvida criada nos últimos dias, depois de jogadas e influências de outros partidos numa decisão interna, mesmo com ofensas directas e indiretas de quem nada acrescenta à política, nem local nem nacional, mas acredita que sim, está feito !

Obrigado a ambos por terem confiado na minha ideia/proposta !

A minha parte foi feita, agora cumpre que o trabalho seja feito!

Muito boa sorte !

Bruno Nunes
Deputado Municipal PPM Loures

“Não conta como começa, mas sim como acaba ! “

COMUNICADO OFICIAL PPM

(O PPM aprovou a “Coligação Chega” com o PPV/CDC e o Movimento Chega e também a nomeação de André Ventura como cabeça de lista da coligação)

A requerimento do Presidente da Comissão da Política Nacional do partido realizou-se hoje, sábado, 16 de março de 2019, uma reunião do Conselho Nacional do PPM. A mesma tinha como objeto clarificar a posição do partido no âmbito da participação do mesmo nas próximas eleições europeias.

Antes do início da discussão e da respetiva votação interna da coligação e do cabeça de lista da mesma, procedeu-se à audição do Responsável-Geral do Partido Cidadania e Democracia Cristã (PPV/CDC), Manuel Matias e do líder do Movimento Chega, André Ventura.

A audição das referidas personalidades foi bastante esclarecedora, tendo-se constatado que existem uma grande confluência de posições entre as três forças políticas.

O PPM integrou, entre 1979 e 1983, a Aliança Democrática. A AD permitiu à direita portuguesa ganhar pela primeira vez as eleições para a Assembleia da República, chegar ao Governo da República e acabar com a tutela político-militar do Conselho da Revolução.

Consideramos que se vive novamente um momento histórico no âmbito da reconfiguração da direita portuguesa, tendo em conta que o PSD de Rui Rio, o CDS/PP e até a ultraliberal Aliança renegam o histórico espaço ideológico da direita. Trata-se de uma situação grave, tendo em conta que pela primeira vez desde 1974 a esquerda e a extrema-esquerda construíram um amplo espaço de confluência que ameaça eternizar no exercício do poder a esquerda portuguesa.

Nestas circunstâncias, o PPM o PPV/CDC e o Chega consideram que é vital mobilizar o espaço político da direita democrática, evitando assim – por deserção de todos os outros – o crescimento do espaço político da extrema-direita. Assim, o PPM assume o seu papel de fundador de uma nova coligação de direita que enfrente sem complexos a ampla frente de esquerda que colonizou ideologicamente todas as instituições do Estado e que pretende submeter politicamente o único órgão de soberania realmente independente do ponto de vista político: o poder judicial.

Tal como em 1979, o PPM pretende participar de forma ativa num amplo movimento político que pretende regenerar o sistema político português. Um sistema que desde 1974 está monopolizado pelos mesmos partidos e protagonistas. A Coligação Chega constitui, já nestas eleições europeias, a necessária força de mudança do sistema em Portugal e também no âmbito de uma ideia de Europa diferente. Uma Europa que respeite a soberania e as competências dos órgãos de soberania sufragados democraticamente pelos diversos Estados-nação europeus.

Por fim, assinale-se aqui que André Ventura convenceu, por grande maioria, os conselheiros nacionais do PPM, tendo sido ovacionado no final da sua intervenção. Por isso mesmo foi votada a sua indicação como cabeça de lista da coligação agora aprovada. A mesma será registada nos próximos dias no Tribunal Constitucional.

Lisboa, 16 de Março de 2019

O Presidente da Comissão Política Nacional do PPM

Gonçalo da Câmara Pereira

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
RSS
Facebook
Twitter
YouTube