NoticiasLX

Notícias da GRANDE LISBOA

CDS Odivelas felicita GNR pelo seu 106º Aniversário e lamenta a Intervenção do Eleito Municipal João Pela sobre esta Força de Segurança

O discurso estava preparado para amanhã, que é o verdadeiro Dia da Liberdade, já que no dia 24 de Abril costumo celebrar outra efeméride- os 82 anos que faz este ano este ano no dia 24 de Abril de 1887 que foi inaugurado do Estádio das Salésias, o primeiro estádio relvado de Portugal. Por acaso o Belenenses jogou com o Benfica e ganhou 1-0. Obrigado! Senhor Presidente Hugo Martins, Senhores Vereadores, Membros, Altas Individualidades da Sociedade Civil e Militar, Senhor Comandante da GNR, Senhor Comandante dos Bombeiros, na verdade não percebi bem a diferença entre a GNR e os Bombeiros Voluntários, se já me fazia confusão a GNR ser polícia agora qualquer dia ainda os vejo a servir de chaffeurs de distribuição de combustível mas vamos deixar isso para depois senão qualquer dia ainda os apanho como Professores. (…)” – João Pela, eleito na Assembleia Municipal de Odivelas, discursando na sessão solene comemorativa dos 45 anos do 25 de Abril de 1974.

A polémica e lamentável intervenção do eleito João Pela, aquando da sessão comemorativa dos 45 anos do 25 de Abril, que decorreu no posto de Comando do MFA no quartel da Pontinha e que deixou incomodados todos os presentes, levando inclusive ao abandono da sala por parte dos oficiais da GNR, é motivo para a Comissão Política do CDS – Odivelas, apresentar desculpas públicas ao Comandante Geral da Guarda Nacional Republicana e em particular ao Senhor Major- General José Correia (Comandante desta Unidade da GNR) e ao Senhor Coronel José Gomes (2º Comandante desta Unidade da GNR) da respectiva Unidade de Intervenção da GNR, aquando de mais um aniversário da Instituição Militar.

Nota de Imprensa do CDS – Odivelas:
“A Comissão Política Concelhia de Odivelas do CDS-PP felicita a GNR- Guarda Nacional Republicana por ocasião do 106º Aniversário da sua fundação ocorrida a 3 de Maio de 1911, enquanto instituição referencial da Segurança Nacional como Força de Segurança, tratando-se da única instituição charneira entre as Forças Armadas e as Forças Policiais e os Serviços de Segurança. A GNR enquanto instituição militar de segurança em Odivelas, em particular, a Unidade de Intervenção da GNR instalada no Regimento de Engenharia N.º1 da Pontinha, em Odivelas, tem-se destacado pelo seu papel de normalização do quotidiano dos nossos concidadãos no âmbito de atribuição das suas competências policiais, evitando possíveis conflitos de maior e garantindo a manutenção da ordem pública em Odivelas, e no restanto Distrito de Lisboa, pelo que o CDS Odivelas agradece a esta instituição militar os serviços policiais prestados ao Concelho. Agradecemos, assim, publicamente e em particular o trabalho desenvolvido pelos Comandantes da referida Unidade de Intervenção da GNR sediada na freguesia da Pontinha. 
Nesse sentido, aproveitamos para lamentar profundamente a intervenção do Eleito Municipal António João Travanca Pela, autarca sem a confiança política da Comissão Política Concelhia de Odivelas do CDS-PP desde 21 de Julho de 2018, proferida na Sessão solene dos 45 anos do 25 de Abril de 1974 no Posto de Comando do MFA instalado na atual Unidade de Intervenção da GNR mostrando um intolerável desrespeito pelas instituições militares, em particular pela GNR, comparando o exercício da suas funções a funções privadas de transportes de mercadorias perigosas, pelo que nos compete enquanto Órgão máximo do Partido em Odivelas dirigir ao Senhor Major- General José Correia (Comandante desta Unidade da GNR) e ao Senhor Coronel José Gomes (2º Comandante desta Unidade da GNR) da respectiva Unidade de Intervenção da GNR as nossas mais sinceras desculpas públicas face ao ocorrido, sendo que demos já conhecimento desse mesmo facto às mais altas instâncias do Partido e agiremos em conformidade nas instâncias jurisdicionais do CDS-PP. O CDS Odivelas considera que a intervenção do referido Eleito Municipal consubstanciou uma provocação indecorosa dirigida à GNR, instituição militar de segurança que tanto prezamos e a quem o País e o nosso Concelho tanto deve, sem que da sua intervenção nos tivesse sido dado conhecimento prévio, caso contrário a mesma nunca teria sido autorizada pelo Órgão máximo local do Partido nem teria sequer ocorrido. Repudiamos, assim, em absoluto o conteúdo da intervenção do Eleito Municipal João Pela, tida por ocasião da comemoração do Dia da Liberdade na freguesia- berço da Liberdade situada em Odivelas e na casa daqueles que por ela zelam diariamente, os Militares, muito em particular a instituição Guarda Nacional Republicana.”

Comissão Política Concelhia de Odivelas do CDS-PP


Os conteúdos publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus Autores. As opiniões expressas em cada artigo vinculam apenas os respectivos autores e não traduzem necessariamente a opinião dos demais autores da “NoticiasLX” nem do Diretor ou do seu proprietário. A citação, transcrição ou reprodução dos conteúdos da “NoticiasLX” estão sujeitas ao Código de Direito de Autor e Direitos Conexos. É proibida a reprodução ou compilação de conteúdos para qualquer fim, sem a expressa e prévia autorização da “NoticiasLX” e dos respectivos Autores.