O caso da espinha atravessada no rabo

Se não fosse contado, não acreditava e vindo de quem vem, não me deixa dúvidas.
À dias uma amiga minha que por sinal está ligada à área da Saúde, como Assistente Técnica, almoçou um dos seus pratos favoritos, Bacalhau À Braz.
Até aqui tudo estava bem não fosse o facto desta minha amiga ter começado a sentir uma forte picada no rabo e que a incomodava fortemente.
Apesar de não dar muita importância, a noite veio e mal ou bem, conseguiu dormir apesar daquela sensação de desconforto.
A terrível descoberta
No dia seguinte e incomodada com o desconforto de sentir algo a picar-lhe o dito cujo, resolveu investigar por conta própria e quando digo própria, foi pelos seus
próprios meios.
Foi ao inserir um dedo no ânus que descobriu o que realmente lhe estava a causar desconforto… uma espinha grande daquele saboroso Bacalhau à Braz do dia anterior era a causa das picadas que sentia no rabo!
Após mais de 24h com aquela sensação de picada a afectar-lhe aquela parte do corpo e após cumprir mais um dia de trabalho, lá foi até ao Hospital Beatriz Ângelo para que lhe fosse subtraída aquela maldita espinha do tão apetitoso almoço do dia anterior.
A partir daquela data, comer qualquer tipo de peixe, só com a certeza de que espinhas… não obrigado!
Sejam elas de que tamanho forem.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
RSS
Facebook
Twitter
YouTube