Assembleia Municipal de Loures aprovou recomendação do Bloco de Esquerda para a reparação e correção das anomalias na EB1/JI nº 5 de Santa Iria da Azoia

AML aprova recomendação do Bloco para reparar anomalias na Escola Básica Fernando Pessoa

Problemas na EB1/JI nº 5 de Santa Iria da Azoia já tinham sido assinalados pela Proteção Civil em 2014, mas situação mantém-se. Um dos maiores perigos é a falta de saídas de emergência no refeitório, que também serve de ginásio interior.

Loures, 26 de novembro de 2019 – A , também conhecida como Escola Básica Fernando Pessoa. A recomendação foi aprovada com a abstenção do PS e os votos a favor das restantes bancadas.

Recorde-se que a EB1/JI nº 5 de Santa Iria da Azóia é um estabelecimento de ensino público com Jardim-de-infância e 1º Ciclo do Ensino Básico, sob tutela da Câmara Municipal de Loures, que se debate com diversos problemas relativos às infraestruturas dos seus equipamentos escolares.

Entre os mais graves, alguns deles reportados pela Proteção Civil na sequência de um simulacro efetuado, em 2014, naquela escola, contam-se a degradação do parque infantil, que necessita de um piso novo e da requalificação dos brinquedos, e o abatimento do piso exterior, que provocou uma racha no pavimento e que constitui um perigo real para as crianças.

De referir ainda que o refeitório, que também serve de ginásio interior, não tem saída de emergência e tem grades nas portas e janelas, o que constitui um perigo em caso de emergência, impedindo a rápida evacuação de alunos, professores e funcionários.

Além disso, o telheiro entre os contentores e o edifício principal não cobre toda a área exterior até à vedação, o que obriga as crianças a percorrer toda uma área exposta à chuva e a outras intempéries.

“Só com a abnegação, o empenho e a extrema dedicação do pessoal docente e não docente da EB 1/JI nº 5 de Santa Iria da Azóia tem sido possível colmatar estas lacunas há muito detetadas e ainda não corrigidas pelo município”, defende Fabian Figueiredo, dirigente nacional e coordenador da concelhia de Loures do Bloco de Esquerda.

“Tendo em conta que se trata de um equipamento escolar da exclusiva responsabilidade da Câmara Municipal de Loures, cabe à autarquia a rápida resolução destes problemas, que impedem os professores e funcionários de desempenharem as suas funções nas melhores condições e as crianças de aprenderem com conforto e em segurança”, adianta o responsável bloquista


Os conteúdos publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus Autores. As opiniões expressas em cada artigo vinculam apenas os respectivos autores e não traduzem necessariamente a opinião dos demais autores da “NoticiasLX” nem do Diretor ou do seu proprietário. A citação, transcrição ou reprodução dos conteúdos da “NoticiasLX” estão sujeitas ao Código de Direito de Autor e Direitos Conexos. É proibida a reprodução ou compilação de conteúdos para qualquer fim, sem a expressa e prévia autorização da “NoticiasLX” e dos respectivos Autores.