Assembleia Municipal aprova proposta do Bloco para expansão do Metro para o concelho de Loures

Comunicado do Bloco de Esquerda de Loures:

Moção aprovada com as abstenções de 14 deputados municipais do PS insta o Governo a assumir como prioritária a expansão do Metro para o concelho de Loures. Documento exige ainda a definição de datas e compromissos calendarizados para a vinda do Metro para o concelho. Loures, 24 de fevereiro de 2020 – A Assembleia Municipal de Loures aprovou, no passado dia 20 de fevereiro, uma moção do Bloco de Esquerda para a expensão da rede do metropolitano ao concelho de Loures. A moção, aprovada quase por unanimidade, apenas com a abstenção de 14 deputados municipais do PS, insta o Governo a assumir como prioritária a expansão do Metro para o concelho de Loures e a definir datas e compromissos calendarizados para essa expansão.

Além disso, a moção bloquista insta ainda o executivo a informar a Assembleia Municipal de Loures do andamento dos trabalhos.

“É hoje um facto incontestável que, devido à falta de alternativas práticas, milhares de famílias de Loures são quase sempre atiradas para a alternativa do transporte privado e individual, onde se veem obrigadas a longos movimentos pendulares diários e vão perdendo horas de vida no trânsito”, aponta Fabian Figueiredo, dirigente nacional e coordenador da concelhia de Loures do Bloco de Esquerda.

É hoje amplamente consensual que, apesar de ser atravessado por algumas das maiores vias de comunicação do país, no concelho de Loures, o autocarro continua a ser o único meio de transporte público prático para chegar à capital, e não chega para as necessidades.

“Por outro lado”, reforça Fabian Figueiredo, “o aumento exponencial do custo da habitação em Lisboa e a consequente gentrificação estão a agravar o problema, notando-se o seu efeito no aumento da população de Loures, que, por sua vez, aumenta a pressão sobre os transportes e vias de acesso à capital”.

Para o dirigente bloquista, “está na hora de Loures deixar de ser o parente pobre da Área Metropolitana de Lisboa, um concelho que, insofismavelmente, é o pior servido por transportes públicos que se adequem às necessidades da respetiva população”.

Recorde-se que, no debate do Orçamento de Estado para 2020, foi aprovada na Assembleia da República, por todos os partidos, à exceção do PS, que votou contra, uma norma programática que prevê que, durante o ano de 2020, o Governo trave a construção da linha circular do Metro e dê prioridade à expansão até Loures, Alcântara e zona ocidental de Lisboa.

Já no passado dia 5 de julho de 2019, o Bloco de Esquerda via o seu projeto de resolução para a expansão do Metro de Lisboa para o concelho de Loures aprovado, com a abstenção do PS, CDS-PP e de um deputado não inscrito, e votos a favor das restantes bancadas e de 12 deputados do PS.

Refira-se ainda que o Bloco de Esquerda votou, nessa mesma ocasião, favoravelmente a todos os projetos de resolução dos restantes partidos que defendiam a extensão do Metro ao concelho de Loures.

 


Os conteúdos publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus Autores. As opiniões expressas em cada artigo vinculam apenas os respectivos autores e não traduzem necessariamente a opinião dos demais autores da “NoticiasLX” nem do Diretor ou do seu proprietário. A citação, transcrição ou reprodução dos conteúdos da “NoticiasLX” estão sujeitas ao Código de Direito de Autor e Direitos Conexos. É proibida a reprodução ou compilação de conteúdos para qualquer fim, sem a expressa e prévia autorização da “NoticiasLX” e dos respectivos Autores.
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
RSS
Facebook
Facebook
Twitter
YouTube
YouTube