Abate de Árvores em Monsanto | PAN Lisboa questiona Câmara Municipal de Lisboa

Lisboa, 15 de abril de 2020 – No seguimento de uma denúncia e de imagens enviadas ao Grupo Municipal de Lisboa do Partido PAN (Pessoas-Animais-Natureza) que mostram o abate de árvores intensivo que está a ocorrer no Parque Florestal de Monsanto, o Grupo Municipal enviou um requerimento à Câmara Municipal de Lisboa a pedir esclarecimentos sobre o sucedido.
Segundo informação disponibilizada pela autarquia no local, estão em causa trabalhos de desbaste florestal, no âmbito do Plano Municipal da Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI) e do Plano de Gestão Florestal (PGF). No entanto, pela análise das imagens que foram enviadas ao Grupo Municipal, esta ação parece ultrapassar largamente o que se entende por uma mera limpeza da floresta e de mato, a somar ao facto de se estar a proceder à acumulação no local de materiais provenientes dos cortes, que são altamente inflamáveis.
O PAN Lisboa pretende com este requerimento perceber que árvores estão a ser abatidas e em que quantidade, bem como qual o plano que está a ser seguido e a sustentar a limpeza daquele que é o maior parque florestal português e considerado o pulmão da cidade de Lisboa.
A deputada Inês de Sousa Real, relembra ainda que o “o Parque Florestal de Monsanto, é o único “pulmão verde” que subsiste na cidade e que acolhe uma vasta biodiversidade, é de extrema importância zelarmos pela sua preservação e gestão adequada”.

 

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
RSS
Facebook
Twitter
YouTube