7 Anos depois, o Modelo da CDU para os SIMAR (Loures/Odivelas) é comprovadamente um Fracasso

Há 7 anos a esta parte, Bernardino Soares e a CDU acharam que este modelo de organização dos SIMAR – Serviços Intermunicipalizados de Águas e Resíduos, para Loures e Odivelas, era o modelo que iria resolver tudo e mais alguma coisa e fizeram uma bandeira deste novo modelo – Modelo que é comprovadamente um fracasso.

Na altura da gestão do PS, o PS era criticado por entregar a privados um conjunto de circuitos. Hoje feitas as contas, na gestão da CDU dos SIMAR, já se entregou o dobro dos circuitos a privados. Está tudo dito sobre a credibilidade das intervenções da CDU no passado e agora no presente.

“É vergonhoso o que está a acontecer no Infantado em matéria de espaços verdes e recolha de resíduos”

“O que é que este modelo organizacional, escolhido pela CDU resolveu?

  • A água tem baixado o preço? – Não
  • A recolha de resíduos está melhor? – Não está.
  • A lavagem dos contentores é feita? – Não.
  • Os camiões de recolha do lixo têm boa manutenção? – Não, vazam o liquido dos resíduos pelas vias que atravessam.
  • As quebras de água e as roturas são menores? – Não são.
  • Então a prestação do serviço ao Munícipe melhorou? – Não melhorou.
  • Então o que é que resolveu o modelo da CDU? – Nada. ”

“Isto não é culpa dos trabalhadores dos serviços municipalizados – são opções que quem está à frente dos SIMAR, faz”.

“Vamos lá recordar, a presidência do conselho de administração (CA) dos SIMAR, roda de 2 em 2 anos entre o presidente da câmara de Loures e o de Odivelas”. [N.R. os outros dois membros do CA dos SIMAR mantém-se constantes – Paulo Piteira da CDU/PCP de Loures, com os Resíduos e Mónica Vilarinho do PS-Odivelas, com as Águas]”

“E foi preciso pedir agora um empréstimo de 11M€, a pagar em 14 anos, para resolver aquilo que há 7 anos se dizia que era este modelo organizacional que iria resolver. Esperamos que este empréstimo, que o PS viabilizou à CDU, sirva para corrigir muito daquilo que neste momento existe de mau no Infantado e no Concelho de Loures”.

Notas da crónica mensal de Agosto de Ricardo Leão, presidente da CPC do PS – Loures

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
RSS
Facebook
Twitter
YouTube