Portugal já fez mais de três milhões de testes à Covid-19

Portugal já realizou «mais de três milhões de testes à Covid-19» desde o início da pandemia, afirmou o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales.
O País tem, também, «hoje 798 camas em unidades de cuidados intensivos, das quais 250 dedicadas à Covid-19, com uma ocupação de 66%, isto é, 165 doentes» e «a reserva nacional de equipamento de proteção individual é hoje de 29 milhões de artigos», disse.
«O Serviço Nacional de Saúde, apesar das dificuldades e da sobrecarga que este momento representa, está preparado para continuar a dar resposta», sublinhou o Secretário de Estado na conferência sobre a evolução da situação epidemiológica, em Lisboa.
100 mil casos em Portugal
Portugal ultrapassou já os 100 mil casos, tendo Lacerda Sales afirmado que «continua a ser preciso responsabilidade na nossa ação individual para a minimização do risco coletivo. O cansaço de todos é legítimo, mas não pode legitimar o nosso fracasso. Continuamos a depender de todos».
Perante o agravamento da pandemia em Portugal, na Europa e em todo o mundo, a «saúde pública está a ser reforçada com recurso à articulação com as escolas, nomeadamente alunos dos cursos de medicina e de enfermagem», disse. Os alunos irão apoiar as unidades de saúde na realização de «inquéritos epidemiológicos e em bolsas de rastreadores».
Vacina da gripe
O Secretário de Estado referiu também que a primeira fase da campanha de vacinação contra a gripe «foram administradas mais de 225 000 vacinas em estruturas residenciais para idosos e outras respostas sociais e foram vacinados mais de 30% dos profissionais de saúde. A vacinação continua até ao fim do ano também para estes grupos».
No dia em que arranca a segunda fase do plano de vacinação da gripe, Lacerda Sales lembrou que foram comprados os dois milhões de vacinas para 2020, que representam «mais 34% de vacinas em relação ao ano passado».
Referiu ainda a diversificação de pontos de vacinação, com pelo menos «200 mil vacinas do Serviço Nacional de Saúde para administração em farmácias comunitárias de todo o País», embora a maioria continue a ser administrada nos centros de saúde.
A vacinação contra a gripe ajuda a evitar confusões entre casos de Covid-19 e casos de gripe evitando assim mais pressão sobre os serviços de saúde na destrinça dos casos.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
RSS
Facebook
Twitter
YouTube