Iniciativa Liberal – A força impulsionadora de um novo paradigma para o concelho de Loures

Recebemos do núcleo da IL de Loures um primeiro texto de apresentação aos Cidadãos do concelho

O núcleo da IL de Loures tem como principal objetivo trazer a mensagem liberal para o concelho. “O Núcleo da IL de Loures será a voz liberal dos lourenses, seremos a força impulsionadora de um novo paradigma para um concelho, seremos a voz daqueles que acreditam que Loures pode atingir todo o seu potencial, daqueles que acreditam que a liberdade individual, económica e social é o caminho para um concelho mais próspero e mais desenvolvido. Loures pode e conseguirá mais com o contributo de todos aqueles que querem trabalhar de forma objetiva, construtiva e positiva.” afirma Pedro Mendes de Almeida, coordenador do Núcleo da IL Loures.

Conscientes dos desafios que se avizinham em toda a área Metropolitana de Lisboa e cientes dos efeitos que a crise decorrente da pandemia de COVID-19 terá na vida dos Lourenses, a IL Loures pretende ser uma voz ativa na defesa dos interesses dos munícipes. As decisões a nível estratégico que têm vindo a ser tomadas não têm tido como prioridade o bem estar dos cidadãos:

Na área da Saúde é imperativo clarificar o futuro da gestão do Hospital Beatriz Ângelo, é urgente acautelar o livre acesso a cuidados de saúde de qualidade e garantir que qualquer estratégia que exista para a futura gestão deste hospital tenha em consideração a saúde dos lourenses e não uma agenda ideológica. O fim da PPP ‘Hospital Beatriz Ângelo’ que tão bons resultados tem trazido não pode ser encarado de forma natural e têm de ser explicadas aos lourenses os planos para a gestão deste hospital.

Na área da mobilidade e transportes, temos de desenvolver um projeto de mobilidade que seja pensado entre todos os municípios da AML e que não crie um encargo insustentável para as gerações futuras. Todas as soluções que venham a ser implementadas têm de ter um claro benefício para as populações e têm de ter em conta toda a rede já existente, urge melhorar as infraestruturas, o planeamento urbanístico e as redes de acessos rodoviários. Insistir no metro como solução única para todos os problemas de mobilidade do concelho, sem um estudo rigoroso e sem a respetiva integração na realidade da AML como um todo vai criar todo um conjunto de encargos que no contexto atual poderão não ser suportáveis.

Queremos atrair mais empresas e investidores para o concelho e queremos premiar e manter as boas empresas já existentes em Loures. Para atrair essas empresas é urgente desburocratizar, a implementação de um Programa Licenciamento Zero terá o objetivo de reduzir drasticamente a burocracia existente e otimizar processos de licenciamento.

Neste setor e como forma de atrair mais empresas pretendemos também a redução/isenção da derrama a empresas que coloquem a sede no concelho.

Pretendemos estudar a viabilidade da criação de uma zona empresarial a norte do concelho, Loures tem um setor com empresas de referências em diversas áreas de atividade e tem todas as condições para atrair novas entidades. Precisamos de dar condições às empresas que já se encontram no concelho e tornar atrativo o investimento para às que se querem vir a estabelecer.

Uma política positiva, objetiva e concisa só se atinge com processos claros e transparentes. Os representantes políticos do município existem para prestar um serviço aos lourenses, toda a informação sobre a atividade política da câmara deve estar acessível de forma simples e de fácil acesso. O aproximar de uma eleição autárquica tem desde já provocado um aumento de desinformação, um aumento de propaganda com utilização de meios municipais e a execução de uma política eleitoralista que apenas serve para perpetuar os mesmos no poder.

Os Lourenses necessitam de um executivo mais ativo e mais próximo dos munícipes, a descentralização do poder é o caminho para um município mais, forte, mais ágil e mais independente. A excessiva dependência do poder central e a respetiva carga burocrática apenas vieram complicar a vida dos munícipes, Loures necessita de mais descentralização e mais desburocratização.

Depois de eleição de João Cotrim Figueiredo como deputado na Assembleia da República nas Eleições Legislativas em outubro passado e da eleição de Nuno Barata nos Açores a IL pretende alargar a sua presença a nível nacional, onde pretende ser cada vez mais uma voz ativa junto da comunidade, contribuindo para um Portugal mais liberal.

Núcleo da IL de Loures

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
RSS
Facebook
Twitter
YouTube