LOURES | Câmara aprova contratação de empréstimos para fazer face a compromissos anteriores não pagos

A Câmara Municipal de Loures aprovou ontem a contratação de empréstimos de médio e longo prazo no valor global de 13,4 milhões de euros destinados a pagar, em parte, compromissos assumidos pelo anterior executivo e que estão por pagar.

O Pavilhão da Escola Básica João Villaret, os acessos ao Centro Comunitário de Santo António dos Cavaleiros e a Rotunda de A-das-Lebres são algumas das empreitadas, em curso ou a terminar, às quais se destinam as verbas provenientes destes empréstimos. O Presidente da Câmara Municipal de Loures, Ricardo Leão, na sua declaração de voto, lembrou a necessidade do recurso a estes empréstimos em virtude de o atual executivo ter encontrado quando chegou “uma dívida de 29 milhões de euros de compromissos assumidos e não pagos, colocando a Câmara numa situação financeira muito condicionada”.

No conjunto das propostas relativas a empréstimos a contratar que foram aprovadas, há também obras que arrancam no atual mandato, das quais se destacam a Variante Interior de Loures, a Requalificação da Rua Avelar Brotero (Ligação de Loures ao Barro), a repavimentação de arruamentos e ainda a inclusão de uma cobertura na empreitada de Remodelação da Escola Básica da Flamenga, uma estrutura que não estava prevista e que com a sua construção vai melhorar substancialmente as condições de fruição da zona exterior aos alunos que frequentam aquele estabelecimento de ensino.