SEMANÁRIO

More
    InícioREGIONALLisboaA Câmara de Lisboa vai ter nova iluminação ornamental graças à Fundação...

    A Câmara de Lisboa vai ter nova iluminação ornamental graças à Fundação Iberdrola

    Lisboa vai ter nova iluminação que faz parte do Plano de Intervenção Românico Atlântico da Fundação Iberdrola e vai também utilizar tecnologia LED para realçar a beleza dos elementos arquitetónicos

    Publicado

    • O projeto incluirá a renovação da iluminação ornamental da fachada da Câmara Municipal de Lisboa, com ênfase nos seus principais elementos arquitetónicos e, em particular, na sua varanda.
       
    • A nova iluminação vai utilizar tecnologia LED e realçará a beleza dos elementos arquitetónicos, através de um design adaptado aos valores patrimoniais do edifício. 

    A Iberdrola, através da sua Fundação, assinou um acordo de colaboração com a Câmara Municipal de Lisboa para o desenvolvimento de um projeto de iluminação ornamental dos Paços do Concelho.

    A substituição e renovação da iluminação do edifício é exemplo do compromisso da Iberdrola com a conservação do património histórico e artístico e com a promoção do valor social da cultura.

    O Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, e o Diretor da Fundação Iberdrola, Ramón Castresana, assinaram o acordo numa cerimónia que contou também com a presença da Embaixadora de Espanha em Portugal, Marta Betanzos, e do Presidente da Fundação Iberdrola, Fernando García.

    O projeto incluirá a renovação da iluminação da fachada da Câmara Municipal de Lisboa, situada na Praça do Município. A ênfase foi colocada nos seus principais elementos arquitetónicos e, em particular, na sua varanda, à qual será dado um tratamento luminoso diferenciado dado o seu caráter histórico e simbólico, permitindo a possibilidade de criar diferentes cenários cromáticos em função dos diferentes eventos.

    O projeto pretende realçar os elementos únicos que compõe os Paços do Concelho, a sua integração na paisagem e a sua relação com o centro urbano da cidade. Através de um cuidadoso desenho de luzes e sombras que realçam os volumes das suas estruturas e os detalhes particulares da traça monumento.

    Câmara de Lisboa

    “Este acordo de colaboração para a iluminação do edifício dos Paços do Concelho é um exemplo de cooperação que não posso deixar de saudar, uma demonstração de como os setores público e privado podem trabalhar em conjunto, em benefício dos cidadãos. O projeto que agora vamos concretizar, juntos, contribuirá para valorizar o nosso património, a nossa cidade”, afirma o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas.   

    “Além disso, este projeto representa mais um contributo para o objetivo de Lisboa se tornar, até 2030, uma das primeiras cidades neutras em carbono. Estamos a trabalhar na substituição de mais de 16 mil luminárias da rede de iluminação pública da cidade por tecnologia LED, temos um projeto para o Parque da Bela Vista e agora, graças a esta colaboração com a Fundação Iberdrola, vamos também ter iluminação LED no exterior dos Paços do Concelho”, assinala Carlos Moedas.

    Fundação Iberdrola e a Cultura

    Uma das principais áreas de atuação da Iberdrola, através da sua Fundação, centra-se no cuidado, conservação e valorização do património histórico e artístico.

    Juntamente com o Ministério da Cultura de Portugal e a Junta de Castela e Leão, a empresa está a levar a cabo um ambicioso projeto de recuperação e manutenção do conjunto de monumentos de arte românica em 24 templos: 13 no Norte de Portugal e 11 em Espanha, nas proximidades dos rios Douro e Tâmega (em Salamanca e Zamora).

    Esta iniciativa público-privada, conhecida como Plano de Intervenção Românico Atlântico, tem como objetivo recuperar o património cultural, natural e social da região, realizar ações de revitalização socioeconómica e reforçar os laços transfronteiriços entre Espanha e Portugal.

    De referir ainda o Programa de Iluminação, cujo principal objetivo é desenvolver intervenções em edifícios singulares, para instalar, ou melhorar, os seus sistemas de iluminação interior e/ou exterior, de forma a contribuir para a valorização do património.

    Desde 2011, o volume de investimento da Fundação Iberdrola destinado ao Programa Iluminações ascendeu a mais de 3 milhões de euros e permitiu a melhoria de mais de 50 monumentos, entre os quais se destacam o exterior da Catedral de Ávila, o interior da Catedral de Palência, a Catedral Nova de Salamanca, a igreja palentina de San Hipólito el Real, a histórica Ponte Romana de Alcántara, no rio Tejo, a fachada do CESEDEN, em Madrid, a Catedral de Santiago de Compostela, a Catedral de Siguença e a Capitania Geral de Sevilha.

    Últimos Artigos

    NoticiasLx de 13 de Julho de 2024 – Semanário

    NoticiasLx de 13 de Julho de 2024 - Loures, Lisboa, Odivelas, Sintra, Almada -...

    Caça à Multa – LouresParque 2024

    Caça à MultaO Vereador Bruno Nunes do Chega, fez uma intervenção no PAOD da...

    Praias de Sintra distinguidas pela QUERCUS em 2024

    Praias de SintraSintra recebeu, esta quarta-feira, o galardão “Qualidade de Ouro” atribuída a cinco...

    Saída da A1 em S João da Talha, Loures – Apresentação Pública

    Saída da A1 em S João da TalhaA Câmara Municipal de Loures...

    Relacionados

    Lisboa | Plano de Urbanização do Vale de Santo António

    Vale de Santo António– No próximo dia 28 de junho, realiza-se a primeira de...

    ALTERAÇÕES DE TRÂNSITO NA BAIXA DE LISBOA

    24.01.2023A circulação rodoviária na zona da Baixa será alterada, a partir de 26 de...

    Polícia Municipal de Lisboa | 131.º Aniversário

    A Polícia Municipal de Lisboa comemora, no próximo dia 12 de setembro, 131 anos...