SEMANÁRIO

More
    InícioNOTICIASNacionalSeleção Portuguesa e o desafio da sustentabilidade durante o EURO 2024

    Seleção Portuguesa e o desafio da sustentabilidade durante o EURO 2024

    Seleção Portuguesa - O EURO 2024 vai ser o “mais verde de sempre”, mas a maioria das equipas perde a oportunidade de dar o exemplo

    Publicado

    Seleção Portuguesa entre as poucas equipas a responder ao desafio da sustentabilidade durante o EURO 2024

    Após o desafio lançado em março a 13 seleções participantes[1], numa iniciativa europeia dinamizada pela Federação Europeia de Transportes e Ambiente (T&E) e organizações suas integrantes, como a ZERO, os resultados já são conhecidos, com três equipas a destacarem-se: Alemanha, Portugal e Suíça, as únicas seleções a responder ao desafio e a partilhar os seus planos de trocar as viagens de avião por autocarro ou comboio durante o campeonato.

    Durante a fase de grupos, tanto a Alemanha como a Suíça se comprometeram a viajar para os jogos de comboio, reduzindo as emissões das suas viagens nesta fase em 98% e 96%, respetivamente. Já Portugal comprometeu-se a trocar o avião pelo autocarro em dois dos três jogos nessa fase, e demonstrando intenção de o continuar a fazer sempre que as condições o permitam nas próximas fases do campeonato.

    Estes compromissos vêm reforçar que a mudança de paradigma das deslocações nestes eventos é possível, e na verdade é bastante urgente, tendo em conta que a maior porção de emissões neste tipo de torneios terá origem no transporte – 80% no caso do EURO 2024  de acordo com um estudo do Oeko-Institut[2] requerido pelo Ministério do Ambiente Alemão.

    Tanto a Alemanha, enquanto país anfitrião, como a UEFA fizeram esforços para não só incentivar os adeptos a deslocarem-se de modo mais sustentável[3], com a oferta de bilhetes e passes mais baratos a quem o fizesse, mas também para agrupar geograficamente os jogos da fase de grupos em locais próximos uns dos outros, permitindo reduzir o tempo de deslocação e as emissões associadas. As Federações foram também incentivadas a escolher as suas bases tendo em conta a proximidade aos estádios onde decorreriam os respetivos jogos, ajudando na redução das emissões das viagens – no entanto, algumas passaram essa oportunidade, como é o caso da Inglaterra.

    Seleção Portuguesa

    Seleção Portuguesa
    Seleção Portuguesa

    Apesar dos esforços da UEFA e do país anfitrião para tornar este campeonato o “mais verde de sempre”, as equipas nacionais não estiveram à altura do desafio

    Em contraste com os esforços demonstrados pela UEFA e pela Alemanha na promoção de deslocações mais sustentáveis durante o campeonato,a maioria das seleções escolheu não trocar as viagens de avião por meios de transporte menos poluentes, sendo que, ao contrário de Portugal, várias seleções como a França, Áustria, Holanda e Bélgica poderiam facilmente ter-se deslocado até à Alemanha de comboio ou autocarro. Se todas as equipas tivessem escolhido evitar as viagens de avião (quando há alternativa), poderiam reduzir as emissões das suas deslocações em pelo menos 60%.

    Se as equipas dos países vizinhos da Alemanha – em que é possível e razoável ir de comboio ou autocarro para o campeonato – evitassem viajar de avião, poderiam reduzir o impacto climático das suas viagens até à respetiva base em 94% a 98%[4], como é o caso da Suíça, que se deslocou até à Alemanha de autocarro.

    Seleção Portuguesa

    Agora, Portugal, num extremo da Europa, sem possibilidade viável de evitar as viagens aéreas para e da Alemanha, tem a oportunidade de se manter um dos líderes deste desafio nas próximas fases do campeonato, sendo que o jogo dos oitavos de final que se avizinha será em Frankfurt, a menos de quatro horas de autocarro da base da Seleção. Com a conquista do primeiro lugar no grupo e a passagem à próxima fase, a bola da sustentabilidade está nos pés da Seleção.

    A ZERO apela à que mantenha o seu compromisso com o ambiente e continue a marcar pontos tanto dentro das quatro linhas como na sustentabilidade.   

    Fonte: ZERO


    [1] https://noticiaslx.pt/2024/03/05/zero-desafia-selecao-portuguesa-de-futebol-a-viajar-de-forma-sustentavel-durante-o-euro-2024/

    [2] https://www.oeko.de/en/news/press-releases/reducing-the-carbon-footprint-of-uefa-euro-2024

    [3] https://www.uefa.com/euro2024/news/0282-183ccb32ffb8-3dc57a869207-1000–deutsche-bahn-unveiled-as-national-partner-for-uefa-euro/

    [4] https://travelsmartcampaign.org/wp-content/uploads/Copy-of-Eurocup_Briefing_03.06.2024.pdf

    Últimos Artigos

    João Calado novo Presidente do Rotary Club de Loures 2024-25

    João Calado novo Presidente do Rotary Club de Loures 2024-25 Foi uma noite de grandes...

    PCP Odivelas chumba Congratulação do Dia D

    PCP Odivelas chumba Congratulação do Dia D que levou ao início do fim da...

    Almada Metro Ligeiro até à Costa e Trafaria 2024

    Almada Metro Ligeiro até à Costa Comunicado de Imprensa. O Metro vai chegar à Costa e...

    Loures PRR Habitação – 2024, O Garantido, O Perdido e o Prometido pelo Governo

    Loures PRR Habitação De acordo com a intervenção da vice-Presidente da CM Loures, Sónia Paixão,...

    Relacionados

    Loures recebe distinção das Nações Unidas

    Numa cerimónia que decorreu em Incheon, na Coreia do Sul, Nuno Dias, Vereador com...

    Aeroporto de Lisboa na origem de problemas de saúde

    Aeroporto de Lisboa - ZERO divulga estudo que identifica elevado risco acrescido de doença...

    ZERO apresenta “receita” ambiental baseada em “alimentos” contra a desertificação e para uma boa gestão da água

    Comemora-se hoje, dia 5 de junho, o Dia Mundial do Ambiente, que este ano...